Entrada > O que é o CEC-CCIC ?

Clipping

Novos fundos comunitários chegam às empresas até final do ano

24.07.2014 - Negócios on line

Manuel Castro Almeida prometeu a três associações empresariais do Norte e Centro que as primeiras candidaturas ao quadro de apoio válido para os próximos sete anos arrancam no início do último trimestre de 2014.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Regional "mostrou uma enorme convicção" de que a abertura de candidaturas a vários programas do novo Quadro Comunitário de Apoio irá acontecer no início do quarto trimestre e que, até ao final do ano, haverá mesmo "movimentos financeiros" resultantes do novo envelope acordado com Bruxelas.

 Esta foi a garantia deixada por Manuel Castro Almeida (na foto) numa reunião realizada com a Associação Empresarial de Portugal (AEP), a Associação Industrial do Minho (AIMinho) e o Conselho Empresarial do Centro (CEC), que representam perto de uma centena de associações empresariais.

O encontro com carácter de urgência foi solicitado pelas três organizações – na qualidade de Organismos Intermédios do Programa Formação Ação para PME – para "expressar as suas preocupações" quanto ao novo acordo de parceria do programa Portugal 2020, em particular no que toca à brevidade da operacionalização das candidaturas.

 "Num momento decisivo para o País, em que os primeiros sinais de recuperação económica começam a aparecer, a aceleração da chegada dos fundos europeus à economia é decisivo para a melhoria da competitividade das empresas portuguesas", sublinha uma nota de imprensa emitida pelas estruturas associativas.

 O acordo para a "Constituição" dos Fundos Comunitários para o período 2014-2020 foi alcançado a 16 de Julho. Em entrevista ao Negócios, o secretário de Estado que foi um dos "pivots" de Portugal nesta negociação com a Comissão Europeia falou num acordo "muito positivo" para o País, que não teve de "deixar cair nenhuma das [suas] grande preocupações"